Página Inicial Notícia

SEGURANÇA PÚBLICA 31/05/2021 Novos agentes da Guarda Municipal de Franco da Rocha realizam avaliação do Grupo de Ações Educativas e Preventivas (GAEP)

Novos agentes da Guarda Municipal de Franco da Rocha realizam avaliação do Grupo de Ações Educativas e Preventivas (GAEP)

Quando o assunto é segurança pública, o olhar da juventude na maioria das vezes é cheio de barreiras. Para acontecer a desconstrução, é necessária uma dedicação sólida e contínua dos agentes que representam a proteção à população franco-rochense.

Priorizando essa pauta, na última quinta-feira (27), a nova turma da Guarda Civil Municipal (GCM) passou pela prova do Grupo de Ações Educativas e Preventivas (GAEP).

A avaliação faz parte do curso preparatório dos 20 novos guardas para ingresso na corporação, que terá carga horária de 740 horas com previsão de término para agosto. No curso serão ministradas aulas práticas e teóricas de Funções e Atribuições das Guardas Municipais.

Desde 2013, o GAEP realiza ações em diversas escolas da rede municipal de ensino durante todo o ano letivo. Pautando a prevenção às drogas, violência doméstica, assédio, combate à homofobia e outros temas no ensino fundamental, médio e Educação para Jovens e Adultos (EJA).

Na avaliação, os alunos descrevem sobre tudo que aprenderam com o GAEP e seu objetivo em alertar os jovens sobre a importância de manter mente e corpo saudáveis, além de medidas que os distanciem de situações de tráfico e promovam a inclusão social.

A coordenadora do GAEP, inspetora Conceição Gomes, elogia o empenho dos novos agentes e fala da importância do grupo para os alunos da nossa rede e também no dia a dia da Guarda Municipal.


“Esse esforço dos alunos é fundamental para entender o que o GAEP representa e seu objetivo enquanto missão. As ações do grupo devem estar em nós, não somente nas escolas, mas também no dia a dia, pois são fundamentais e podem mudar a vida de um cidadão franco-rochenses e seu olhar para com a guarda”, disse a inspetora Conceição.

Vale ressaltar que o GAEP ainda realiza um trabalho de conscientização contra a homofobia, com dinâmicas que combatem o preconceito entre os alunos, e por meio do diálogo, quebra estereótipos impostos pela sociedade.

Com mais de 18 anos na GCM, Jefferson Horta, é referência na abordagem contra a homofobia por parte do GAEP, e descreve a importância de tratar esse assunto com os alunos, auxiliando-os com dicas de como evitar e desconstruir o comportamento ofensivo.

“Nós sempre priorizamos o respeito. Procuramos, incialmente, entender como e quem pratica o ato homofóbico, para saber como essa pessoa gostaria de ser respeitada e mostrar que essas pessoas que sofrem com a homofobia também merecem esse respeito que todos têm direito”, explica o GCM Horta.

Vale ressaltar que os novos agentes, por enquanto, não farão parte da equipe que compõe as atividades do GAEP. Inicialmente, as aulas são necessárias para que os métodos educativos façam parte do padrão de serviço prestado pela GCM de Franco da Rocha em qualquer ocorrência.

Texto: Jorge Henrique Ramos - Foto: Orlando Junior