Página Inicial Notícia

POR ELAS, PRA ELAS 17/03/2017 Oju Orum foi encenada no Centro Cultural

Oju Orum foi encenada no Centro Cultural

O Centro Cultural Newton Gomes de Sá recebeu na noite de quinta-feira (16), mais uma atração cultural, com a apresentação do espetáculo teatral Oju Orum, do Coletivo Quizumba. O evento foi organizado pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer

A peça foi acompanhada por aproximadamente 100 pessoas, em sua maioria, estudantes franco-rochenses, que lotaram o espaço destinado para o público presente no local. Outra diferença do espetáculo foi onde ele aconteceu. Normalmente as apresentações transcorrem no palco do Centro Cultural, entretanto, o teatro foi realizado no meio do salão, com a plateia sentada ao lado de onde acontecia toda a ação.

Veja fotos do espetáculo

Para o estudante Gabriel de Oliveira da Silva, do Paulo Duarte, atrações como essa serão sempre bem-vindas no município. “Eu achei bastante interessante a peça. Esse tipo de atividade para os estudantes da cidade, trazer mais cultura para a gente é muito importante. Agora vou ficar atento para acompanhar mais de perto as atrações de Franco”, afirmou.

A Peça

Oju Orum se desenrola por meio de quatro histórias diferentes, onde as mulheres são protagonistas, cada qual vivendo em um época diferente de nossa sociedade.

A primeira delas é Anastácia (ou Oju Orum), uma princesa Africana que foi trazida para o Brasil na época da escravidão, mas inconformada com sua condição se rebela; Alzira é outra personagem, que se muda, grávida, para o Rio de Janeiro, na época de ouro do samba; Já Alice, é uma garota que mora no sertão nordestino com um pai bastante bronco; A última delas é Annita, uma jovem adolescente da periferia de São Paulo, no aflorar de sua sexualidade e que acaba passando por uma situação constrangedora na escola por conta de envio de um “nude” para um namorado que acaba vazando.

Um aspecto em comum entre as quatro histórias é a violência física que todas elas sofreram, por seus parceiros, amigos e familiares.

(Texto e foto: Thiago Lins)