Página Inicial Notícia

CULTURA 09/08/2017 Festival de Inverno 2017: segunda semana terá apresentações variadas

Festival de Inverno 2017: segunda semana terá apresentações variadas

A segunda semana do Festival de Inverno 2017 chega recheada de atrações. Teatro, cinema e música serão oferecidos gratuitamente no Parque Municipal Benedito Bueno de Morais. Todas as atividades são de classificação livre.

Confira abaixo a programação do Festival para esta semana:

- Sexta-feira, 11 de agosto

Oficina de teatro, aula experimental com Tábatha Savarezzi
Local: Parque Municipal Benedito Bueno de Morais
Horário: às 15h
Endereço: Rua Nelson Rodrigues, s/nº – Centro

Atividade: Tábatha Savarezzi, vai coordenar a aula, além de atriz Tábatha é professora de teatro no Centro Cultural Newton Gomes de Sá.

Sarau Estação Poesia
Local: Parque Municipal Benedito Bueno de Morais
Horário: 19h
Endereço: Rua Nelson Rodrigues, s/nº – Centro

Atividade: é um encontro artístico-literário onde os alunos das oficinas culturais que acontecem no Centro Cultural Newton Gomes de Sá, compartilham com o público poesias que tratam de temas variados.

Lançamento do Filme “Menina Seta”
Local: Parque Municipal Benedito Bueno de Morais
Horário: 21h
Endereço: Rua Nelson Rodrigues, s/nº – Centro

Atividade: “Menina Seta” é um curta-metragem de ficção de aproximadamente 16 min em fase de pré-produção. Filmado em São Paulo e Franco da Rocha, com temática juvenil conta a história de Natalia. Uma jovem de 17 anos que vive em Franco da Rocha, zona metropolitana de São Paulo. Como muitos outros jovens, ela sonha em ser atriz, de filme em preto e branco especificamente. Na espera pelo resultado do seu primeiro teste de teatro, Natalia segue sua rotina, trabalhando como menina seta e conhece um garoto prateado, que a faz enxergar, na aridez de sua realidade, uma inspiração artística pra criar seu próprio filme.

- Sábado, 12 de agosto

Palco Sunset - música eletrônica / DJ's
Local: Parque Municipal Benedito Bueno de Morais
Horário: 15h
Endereço: Rua Nelson Rodrigues, s/nº – Centro

Atividade: Diversos DJ's farão a animação do público em um palco repleto de música.

Bloco da Casa Velha
Local: Parque Municipal Benedito Bueno de Morais
Horário: 16h
Endereço: Rua Nelson Rodrigues, s/nº – Centro

Atividade: Alunos das oficinas de Percussão se apresentarão.

- Domingo, 13 de agosto

Apresentação de Musicalização
Local: Parque Municipal Benedito Bueno de Morais
Horário: 17h
Endereço: Rua Nelson Rodrigues, s/nº – Centro

Atividade: os alunos da professora Fernanda, da oficina cultural de musicalização farão apresentação com as músicas Asa Branca e Trem Bala.

Orquestra de Viola Caipira de Franco da Rocha
Local: Parque Municipal Benedito Bueno de Morais
Horaário: 18h
Endereço: Rua Nelson Rodrigues, s/nº – Centro

Atividade: O violeiro Fábio Mi­randa e a Caravana Solidão, apresentarão ao público canções autorais com a viola caipira ao lado de Fernando Miranda (percussão), Alex Lino (contrabaixo) e Bruno Menegati (rabeca). Nesta produção, apropriando-se de ritmos da tradição violeira como o cururu, cateretê, o pagode-de-viola, a moda-de-viola, além de aboios, guarânias, chamamés e batu­ques, alude o sertanejo através de composições densas que evocam a aridez de um sertão que “está dentro da gente”. Tantas influências presentes nas letras, interpretadas por Fábio Miranda, mostram ao público que o sertão pode estar em todo o lugar. Criadas em parceria com o compositor Adalberto Rabelo, essas canções − que estão presentes no álbun “Caravana Solidão” (2012) − renderam ao músico alguns prêmios como o Festival de Música da Rádio Nacional e o prêmio Rozini de Excelência da Viola Caipira 2013 na categoria Melhor Letrista, dentre outros.

Bandolindo Canta Ranulfo
Local: Parque Municipal Benedito Bueno de Morais
Horário: 19h30
Endereço: Rua Nelson Rodrigues, s/nº – Centro

Atividade: Formado em 2015, o Bandolindo é integrado por Jéssica Lorenzo (violino e voz), Caio Curi (violão, violão 12, bandolim e voz), Sidnei Piotto (contra-atacar e vocais), Rogers Neves (violão) e André Arruda (percussão e vocais). Algumas histórias entrelaçadas às composições do menestrel Ranulfo Faria formam o espetáculo, no qual o grupo presta uma homenagem com o objetivo de promover um resgate da obra do maior representante do cancioneiro franco-rochense.

(Texto: Karen Moraes - Arte: Dalmir Junior)