Página Inicial Notícia

CULTURA 04/12/2017 Orquestra de Viola Caipira e oficina de Canto e Coral dão show no parque

Orquestra de Viola Caipira e oficina de Canto e Coral dão show no parque

Pela primeira vez em Franco da Rocha, a Orquestra de Viola Caipira deu um show no Parque Benedito Bueno de Morais e fez uma apresentação de gala, que contou com a presença de centenas de pessoas apreciando o “modão”. O show fez parte da programação de aniversário de 73 anos da cidade e aconteceu na última sexta-feira (01). Veja fotos

Diversas músicas foram tocadas sob o comando do professor Fábio Miranda, que dá a oficina de Viola Caipira, oferecida pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer. Cuitelinho, Chico Mineiro e Menino da porteira, foram algumas das músicas cantadas e tocadas tanto pela orquestra quanto pelos franco-rochenses, que soltaram a voz.

A música raiz, muito forte no município, encantou os moradores. Ainda durante a apresentação, o professor Fábio chamou ao palco as integrantes do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Lago Azul, para cantarem a música Andorinhas. Elas também soltaram a voz juntas, em outra oportunidade, durante a oficina de musicalização, que também é oferecida pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer no CRAS.

Vez do Canto e Coral

Mudando o ritmo e dando uma acalmada nos ânimos, outra bela apresentação também foi realizada no parque, na sequência, com os integrantes da oficina de Canto e Coral, que também deram um show para os presentes no local. Veja fotos


Com muita técnica, cada pessoa com sua voz encantou o público presente, e, sob o comando da professora Jéssica Dias, cantaram diversas músicas encantando mais uma vez o público, entre elas Canto do Povo de um Lugar, de Caetano Veloso, Fita Amarela, de Noel Rosa, Epitáfio, de Sergio Britto, Roda Viva, de Chico Buarque, Berimbau, de Tom Jobim e Vinicius de Moraes e Banzo Maracatu, de Dimas Sedicias

No local, estavam presentes três turmas do Canto e Coral que se apresentaram ao longo da atividade no palco montado no parque Benedito Bueno de Morais.

(Texto e foto: Ewerton Geniseli)