Página Inicial Notícia

EDUCAÇÃO 27/02/2018 Com muita esperança, alunos da Univesp de Franco da Rocha dão primeiro passo para o sucesso

Com muita esperança, alunos da Univesp de Franco da Rocha dão primeiro passo para o sucesso

O último dia 27 de fevereiro de 2018 será mais uma data para ficar marcada na história de Franco da Rocha, uma vez que aconteceu a primeira aula de uma faculdade pública no município, a Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo). Mais de 100 pessoas participaram da atividade que foi realizada no auditório da Secretaria da Educação e receberam as boas vindas no local. Veja como foi a aula inaugural

Para abrir o encontro, a Secretária de Educação, Renata Celeguim, conversou com os novos alunos. “Fizemos adequações no prédio, para atender os critérios estabelecidos pela Univesp e corpo de bombeiros. O laboratório já está em condições para receber cada um”.

Renata, ao longo de sua fala, comentou sobre esse dia histórico para o município e motivou os estudantes. “É um momento importante para nós, porque é um projeto de uma universidade pública, com cursos de qualidade em Franco da Rocha. Acredito que vocês não vão desistir. Essa é uma forma de manter o nosso polo”.

Ainda segundo a Secretária de Educação, no Brasil existe muito preconceito em relação ao ensino EAD (ensino a distância), o que em países desenvolvidos já é uma referência. “Esse público que está aqui tem a oportunidade de frequentar e mostrar que o que faz a diferença é o aluno. O mais importante é a vontade de cada um de estudar e conquistar os resultados. Quero desejar toda a sorte do mundo para vocês. Vamos transformar a unidade de Franco da Rocha em um polo de referência”.

Logo na sequência, o coordenador do polo Univesp em Franco, Thiago Basílio de Oliveira afirmou que sente muito orgulho ao receber os alunos e ver o quanto o município está avançando e crescendo na educação. “É um momento histórico para nós. Vocês vão ver que não vai faltar nada em termos de qualidade. Vão ter todos os momentos de discussão, entregas de atividades, fóruns”.

O prefeito Kiko Celeguim, também esteve na aula inaugural para desejar boa sorte aos alunos e comentar sobre esse dia importante na história do município. “É um prazer participar dessa aula inaugural de três cursos à distância que serão desenvolvidos aqui, 146 alunos atualmente, 150 a capacidade total. É muito importante para nós, pois esse é o primeiro polo que oferece cursos de graduação pública para o conjunto da população. É uma possibilidade de muitos de vocês terem acesso ao estudo sem ter que se preocupar com horários e distância o que costuma limitar muitas pessoas. Que vocês comecem, se formem e agarrem essa oportunidade”.


Os alunos presentes, após ouvir as mensagens, assistiram um vídeo com a apresentação da UNIVESP e, ao final da atividade, conheceram as instalações do local. Leia mais sobre o espaço

Os vereadores Eric Valini e Alex Caixa também participaram da atividade.

Expectativas

Moradora da Vila Josefina, Tatiane Alves, de 35 anos comemorou o fato de não precisar se locomover, como é acostumada, para estudar. “É muito interessante, pois normalmente os cursos são muito distantes daqui. É uma ótima oportunidade para estudar tão perto de casa. Já fiz outros cursos presenciais em que chegava por volta de meia-noite na minha residência”.

Tatiane também relatou sobre a expectativa em seu primeiro curso EAD. “Espero conseguir concluir o curso conciliando com outras atividades”, afirmou a estudante que trabalha na área de engenharia civil e agora quer ampliar seu conhecimento de mercado, ingressando no curso de engenharia de produção.

Na educação, Vinicius Marcelo de Morais, de Caieiras, vai cursar pedagogia com o objetivo de se tornar especialista em gestão educacional, ele que já é formado em gestão de políticas públicas. “Tive esse desejo de me especializar nessa área e a Univesp surgiu como a oportunidade de investir nesse lado da pedagogia. Com a universidade eu conseguirei estudar o que realmente gosto de fazer, também flexibilizando com as demandas que já tenho no dia a dia”.

Aprendendo juntos

No polo de Franco da Rocha, pai e filho vão estudar engenharia da computação. Valdir de Jesus Bastos Ferreira, de 53 anos, que já é formado em economia e tem pós-graduação em marketing, falou sobre o que espera dessa área tecnológica. “Agora sou funcionário público do estado, aqui no Juquery e recebi um convite para área de T.I, que passou a ter tudo a ver com essa formação. Foi quando surgiu essa oportunidade, fiquei sabendo da criação do polo aqui em Franco e prestei o vestibular. Também incentivei meu filho e vamos cursar juntos”.

Com uma diferença de idade para o pai de mais de 30 anos, o filho Leonardo Bastos Ferreira, elogiou o espaço em que vai estudar e também comentou sobre o motivo de escolher essa área. “Eu faço parte desses membros da sociedade que nasceram já no mundo tecnológico. Admiro a tecnologia e gostaria de colaborar com ela”.

Valdir, que morava em São Paulo, na Zona Norte e está em Franco da Rocha há apenas dois anos aproveitou para elogiar a cidade. “Aqui só estou conseguindo oportunidades. Não imaginava, mas como costumo dizer, agora sou franco-rochense desde criancinha. Estou muito empolgado com essa oportunidade de ter surgido a Univesp aqui, ser próximo da minha casa e, principalmente, ser gratuito”.

(Texto e foto: Ewerton Geniseli)