Página Inicial Notícia

SEGURANÇA 08/03/2018 GAEP segue orientando os alunos na prevenção às drogas

GAEP segue orientando os alunos na prevenção às drogas

A Escola Estadual Ivone dos Anjos, localizada na Vila dos Comerciários, recebeu nesta terça-feira (6), mais uma edição do Programa de Prevenção à Violência – Força Jovem, ministrado pelo Grupo de Ações Educativas e Preventivas (GAEP), da Guarda Civil Municipal (GCM).

Cerca de 80 alunos, que cursam o primeiro ano do ensino médio, receberem o Secretário de Governo Eduardo Bueno e a inspetora da Guarda Municipal, Conceição Gomes. O objetivo principal do evento é valorizar a autoestima dos adolescentes e conscientizá-los quanto aos perigos do uso de drogas.

Esse já é o segundo encontro ocorrido na escola Ivone dos Anjos e, ao longo do ano serão realizadas mais oito palestras. Em cada um serão abordados diversos temas para prevenção ao uso de drogas, seus efeitos e consequências, mesmo as lícitas como o álcool, tabaco e narguilé, por exemplo.

As palestras são feitas com recurso de vídeo e, ao final, os alunos podem tirar dúvidas, além de receberem o material informativo do Instituto para o Mundo sem Drogas. Durante o ano também haverá conversas com os pais para orientá-los quanto aos desafios do combate ao uso de entorpecentes.

“O GAEP trabalha também para que os pais participem da vida dos filhos. Algumas vezes os responsáveis não sabem reconhecer os primeiros sinais de uso da droga. E se não têm conhecimento como vão lidar com isso?”, afirma Conceição Gomes.

Em parceria também com o Conselho Tutelar de Franco da Rocha, com o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), com o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CRAS), além do COAS, Centro de Atendimento Sorológico, a equipe do GAEP participa das palestras falando sobre doenças sexualmente transmissíveis.

Segundo a inspetora da Guarda Municipal, as reuniões são de extrema importância para alunos desta idade. “Eu tenho esse trabalho como uma missão. Cada vez que eu entro nas salas e vejo todos aqueles adolescentes eu procuro mostrar as consequências do uso das drogas a curto, médio e longo prazo”, encerra.

O programa de prevenção à violência atua também em outras escolas da região e a previsão é de que as palestras sejam levadas para cerca de mil alunos. Serão atendidas dez escolas, realizando oito encontros em cada uma. No último, os jovens participarão de uma formatura como encerramento do curso.

(Texto: Luana Nascimento – Foto: Equipe GAEP)