Página Inicial Notícia

CULTURA 07/06/2018 Franco Memória terá palestra de Walter Faria, ex-funcionário que virou paciente do Juquery

Franco Memória terá palestra de Walter Faria, ex-funcionário que virou paciente do Juquery

A Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer de Franco da Rocha convida a população para a palestra do ex-funcionário do hospital psiquiátrico Juquery, Walter Farias. A história de Walter resultou no livro “O Capa Branca”, escrito pelo jornalista Daniel Navarro, que também estará na atividade. Após anos cuidando de pessoas, o auxiliar de enfermagem tornou-se paciente do hospital.

O evento acontece na terça-feira,12, às 10 horas e integra o curso "Memória e história: técnicas de pesquisas para produção de acervo cultural", que faz parte do programa Franco Memória.

Segundo a assessora de Projetos da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, Tassia Toffoli Nunes, Walter e Daniel contarão sobre o processo de pesquisa e produção do livro. “O objetivo é conhecer uma das possibilidades em produzir uma biografia a partir dos relatos das memórias do biografado”, explicou Tássia.

O curso Memória e História, ministrado pelo sociólogo Edilson Teles, mestrando em antropologia na USP teve início em meados de abril e segue até o final de junho. Nesses encontros, os participantes discutem as relações entre história e memória, os caminhos pelos quais elas são construídas em diferentes grupos, e como seria possível pensar em outras abordagens. O curso busca tornar seus participantes, memorialistas da cidade. A proposta da Secretaria de Cultura é a de criar um grupo de entrevistadores aptos a captar as lembranças dos munícipes, considerando os aspectos atuais e antigos da vida em Franco da Rocha.

Juquery
O hospital psiquiátrico Juquery é frequente na história e na memória dos francorrochenses. O local chegou ao ápice de sua lotação nos anos 90, com mais de 18 mil pacientes. Atualmente cerca de 60 pessoas ainda permanecem internadas e estão sendo transferidas gradativamente para residências terapêuticas.

O auxiliar de enfermagem Walter Farias, de 65 anos, fez parte dessa história. Ele não nasceu em Franco da Rocha, mas mudou-se ainda criança com a família para a cidade que considera sua. Em 1972, aos 19 anos, prestou concurso e foi trabalhar como auxiliar de enfermagem no Juquery.

A mudança de papel – de funcionário a paciente - aconteceu anos depois, quando Walter foi transferido para o Manicômio Judiciário construído anexo ao hospital. Walter teve crises e acabou sendo internado no mesmo Juquery que trabalhou. Os detalhes dessa história estão relatados no livro “O Capa Branca”, cuja forma que a biografia foi produzida será tema da palestra de terça-feira próxima.

Em data ainda a ser agendada e dentro do cronograma do curso Memória e História, o cineasta Diego Hernandez também vai falar do hospital Juquery. Como trabalho de conclusão de curso (TCC) de Comunicação Social – Rádio e TV da Universidade Anhembi Morumbi, Diego apresentou o documentário “Juquery, hospital ciência e ternura”. Na ocasião de sua apresentação, o cineasta vai expor a forma como ele reuniu as informações para seu documentário.

Anote na agenda

Curso: Memória e história: técnicas de pesquisas para produção de acervo cultural
Data e horário: terça-feira (12 de junho), das 10h às 12h;
Local: Casa de Cultura Marielle Franco;
Endereço: Rua Dona Amália Sestini, 85, centro de Franco da Rocha.


Texto e foto: Adriana Carvalho