Página Inicial Notícia

CULTURA 14/12/2018 Franco da Rocha vai receber inscrições para edital do ProAC: prêmios chegam a 25 mil

Franco da Rocha vai receber inscrições para edital do ProAC: prêmios chegam a 25 mil

Se você tem um projeto cultural e pretende desenvolvê-lo, não perca tempo. Franco da Rocha foi contemplada pelo Programa de Ação Cultural (ProAC – Municípios/edital 48/2018), da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo e vai receber inscrições por este link a partir da semana que vem.

Os 10 projetos vencedores vão receber R$ 25 mil cada um para desenvolver as atividades.

Na próxima quarta-feira (19), às 19h, a Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer vai realizar um evento oficial para divulgação do edital. O encontro acontece no Centro Cultural Newton Gomes de Sá, que fica na Avenida Sete de Setembro, s/n, no Centro.

O que é PROAC?

O Programa de Ação Cultural da Secretaria de Estado da Cultura é um concurso público que tem por objetivo selecionar 10 projetos culturais de caráter privado e independente relativos à criação, circulação, difusão e/ou formação artística e cultural, a serem executados nos municípios.

De forma ampla, o Estado pretende mapear, reconhecer e fomentar a produção cultural regional; promover a transparência e democratização dos recursos públicos destinados a projetos culturais, além de ampliar a oferta de bens e serviços culturais aos habitantes das cidades selecionadas.

Quem pode apresentar e que tipo de projeto será aceito?

Cada pessoa física ou jurídica poderá apresentar uma proposta à Secretaria Municipal de Cultura. Para tanto, obrigatoriamente o proponente deverá residir em Franco da Rocha ou na região do CIMBAJU, o Consórcio Intermunicipal da Bacia do Rio Juquery, que inclui, além de Franco, Caieiras, Cajamar, Francisco Morato e Mairiporã.

Conforme descrição específica, os projetos podem ser nas seguintes áreas:

Música; artes visuais; artes plásticas; audiovisual; performance; teatro, dança; moda; circo; hip hop; shows; festivais; saraus; literatura; poesia; artesanato; culturas tradicionais; culturas populares; interlinguagens; cultura digital; comunicação; cultura LGBT; patrimônio material e imaterial; formação e profissionalização para gestão e mediação cultural; processos que incluam o conceito de cultura na sua dimensão antropológica, como modos de vida e consolidação de identidades; economia solidária e criativa.

Todos os detalhes sobre o que pode e o que não pode, estarão disponíveis no edital que será publicado na terça-feira (18). Inscreva seu projeto até o dia 1º de março de 2019 e concorra

(Texto: Adriana Carvalho – Arte: Dalmir Junior)