Página Inicial Notícia

EDUCAÇÃO 18/04/2019 Mais de 16 mil ovos de Páscoa são entregues na rede municipal

Mais de 16 mil ovos de Páscoa são entregues na rede municipal

A Páscoa chegou e o coelhinho começou a trabalhar logo cedo na última quinta-feira (18), na EMEB Nair de Sene Froes, localizada na Vila Santista, para entregar ovos às crianças da unidade. Veja fotos da atividade

E o coelho não esqueceu das crianças com restrições alimentares: na EMEB Nair são cinco, que receberam ovos especialmente preparados para elas. Como a Juliana, que ganhou um ovo feito com alfarroba, uma planta semelhante ao cacau mas que pode ser preparada sem nenhum derivado de leite, que não podem entrar em sua dieta.

Já a Alicia e a Ana Gabrielly têm intolerância ao cacau mesmo, e também receberam ovos de alfarroba. A Lorena e o Otávio receberam ovos sem traços de glúten, sem lactose e sem açúcar.

Todas as escolas do município receberam a visita do coelhinho nesta quinta, e ele trabalhou bastante: foram 16 mil ovos entregues, incluindo os 74 especiais para as crianças com restrições.

Caça ao coelho

Ganhar o ovo não foi fácil não! As crianças se divertiram muito na caça ao coelho que se escondeu na EMEB.

A busca começou na sala multimídia, onde o coelhinho deixou um recado: "sou um coelho muito esperto, já passei por aqui e ninguém me viu”.

Todos foram à procura do coelho fujão e a segunda pista foi encontrada na lousa de azulejos, na área externa da sala de aula. Ele estava por perto!


As crianças, seguindo as pegadas do coelho, passaram pela caixa d´água, pelos banheiros e pelo berçário até chegarem na entrada da escola, onde, enfim, o encontraram, com uma cesta repleta de ovos de páscoa para todos.


A coordenadora da escola, Gisele de Jesus, comentou sobre a atividade: “tivemos a ideia de fazer a entrega dos ovos de uma maneira diferente, mais lúdica, mas algumas crianças tinham ficado com medo na primeira vez que viram o coelho. Então, fizemos sua apresentação anteriormente em sala, e dissemos que ele viria para fazer a entrega dos ovos”.

Gisele ainda falou sobre a importância de que todas as crianças fossem incluídas na entrega: "sabemos que as crianças hoje em dia apresentam uma maior intolerância e a prefeitura ter esse olhar sensível para elas, garantiu que também recebessem o ovo de páscoa, foi uma experiência incrível”.

A diretora Rose Melli, ressaltou a integração entre os alunos da escola: “foi também uma atividade de conscientização e sensibilização dos hábitos na escola. Estamos neste momento aproveitando a atividade para incutir alguns assuntos, principalmente no quesito compartilhar, dividir as coisas e respeitar o próximo. Hoje crianças de 0 a 5 anos convivem entre si e respeitam os espaços e as relações umas com as outras”.


Satistação

Feliz com a atividade e com o seu resultado, a coordenadora afirmou que é muito gratificante ver as crianças animadas, com os olhos brilhando e a felicidade de cada um. “Isso é mágico, pois sabemos que muitas crianças não teriam condições hoje de receber um ovo, então levar um pouco da alegria que a Páscoa representa para para as crianças é muito gratificante”, disse Gisele.


Leoneti Vicente da Silva é apoiadora escolar, avó da Alicia e foi a coelhinha do Nair, responsável por entregar os ovos. “Para mim, como avó, é muito bom saber que ela também estaria incluída. Já pensou se ela não pudesse receber? E se ela não tivesse o ovo? Estou muito feliz por mim e por ela. Para minha neta vai ser igual como para os outros que receberam, foi uma ótima integração. Todos adoraram”.


(Texto: Ewerton Geniseli - Fotos: Orlando Junior)