Página Inicial Notícia

EDUCAÇÃO 26/06/2019 Alunos da EMEB José Augusto Moreira assistem a espetáculo teatral na Secretaria da Educação

Alunos da EMEB José Augusto Moreira assistem a espetáculo teatral na Secretaria da Educação

Na última quinta-feira (11), os alunos do 5º ano da EMEB José Augusto Moreira estiveram na sede da Secretaria da Educação para assistirem à apresentação do espetáculo "Fim de Partida", texto escrito pelo escritor e dramaturgo irlandês, ganhador do prêmio Nobel de Literatura, Samuel Beckett.

Os atores, Suia Legaspe, Matteo Bonfitto, Rodrigo Pocidônio e Milton de Andrade interpretaram a peça de Beckett que retrata os problemas na convivência de um jovem empregado chamado Clov, e de Hamm, seu senhor, um homem cego que vivia preso a uma cadeira de rodas.

Os pais de Hamm, dois idosos saudosistas da juventude fechavam o grupo de personagens, que viviam confinados em uma terra desolada pela guerra, onde a escassez de suprimentos e de sonhos era a única companhia.

Diante das conversas rabugentas entre os personagens Clov e Hamm, as crianças demonstravam atenção para entender o que afinal teria acontecido para desencadear a falta de amor e respeito que havia entre as pessoas. Nos silêncios propositalmente encenado pelos atores, os sentidos iam sendo aguçados e a curiosidade pelo passado e futuro do protagonista resmungão ia crescendo entre os alunos.


Sem apresentar o final da peça, os atores propuseram uma roda de conversa com as crianças para saber o que elas acharam da história, dos laços e conflitos entre os personagens e como seria, na opinião delas, o final de cada um.

Entre as teorias levantadas pelos alunos estavam a falta de cuidado do homem com o meio ambiente, as disputas de poder que levam à guerra e a dificuldade de diálogo para resolução de brigas e desentendimentos. Para o futuro dos personagens, os pequenos esperavam que o amor e o entendimento fossem suficientes para reatar as relações.


A visão das crianças

A ideia de trazer Beckett para os alunos surgiu de um encontro ocorrido em Paris entre o aclamado diretor Yoshi Oida e o ator Matteo Bonfitto. O objetivo de Oida foi o de apresentar as montagens para crianças antes da estreia para o público geral, para conhecer a visão dos pequenos sobre temas que parecem banais aos olhos dos adultos.

Devido à idade avançada de Oida, que completará 86 anos em 2019 e não pôde vir ao Brasil, os atores viajaram à França para realizar os ensaios e Matteo Bonfitto foi designado por Oida como diretor associado do espetáculo.

Suia Legaspe, atriz e professora, que já ministrou uma formação para os professores da rede municipal, conta que a reação das crianças foi surpreendente. “A gente sempre fica com receio antes de qualquer estreia, e mostrar esse texto denso para as crianças também gerou em nós bastante expectativa. Foi muito bom poder reconhecer Beckett sob o prisma das crianças. Eles são geniais”, afirmou.

Matteo Bonfitto conta que o próximo passo do grupo é apresentar a peça para o público geral no circuito Sesc (Serviço Social do Comércio), em São Paulo.

(Texto e fotos: Luana Nascimento)