Página Inicial Notícia

EDUCAÇÃO 02/07/2019 Formatura do Programa de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD) é marcada por muita emoção e ensinamentos

Formatura do Programa de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD) é marcada por muita emoção e ensinamentos

“Luz, câmera, ação!”, gritaram em conjunto as 150 crianças do 5º ano da EMEB Maria Aguilar Hernandez no momento em que o policial militar e professor Pedro Sérgio do Programa de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD), os avisou que a cerimônia de formatura estava prestes a começar.

Confira as fotos da cerimônia

A prefeitura, por meio da Secretaria da Educação e do 26ª Batalhão da Polícia Militar do Estado de São Paulo, realiza esse projeto com o intuito de transmitir uma mensagem de valorização à vida e reforçar a importância de se manter longe das drogas.

A cerimônia realizada no último dia 28 de junho contou com aproximadamente 150 pessoas, além dos formandos, amigos e familiares que prestigiaram esse momento de grande valia na vida do estudante.

Foram um total de 13 encontros que reuniram diversas atividades apresentadas pelo policial militar, que por meio de uma linguagem acessível e exercícios interativos estimulam o estudante a ter autonomia para resolver as principais dificuldades que eles enfrentam no início da adolescência.

A cerimônia

Enquanto as crianças realizavam a entrada na quadra da escola, as palmas tomaram conta do lugar e os pais orgulhosos não se contiveram em fazer muito barulho para os formandos que tomaram seus assentos para que a solenidade começasse.

O corpo docente formado pelos coordenadores, professores e integrantes da junta militar, também foram recebidos com muito carinho pelos alunos que a todo momento gritavam e demonstravam seu imenso apreço aos profissionais.

Como parte das atividades do projeto, cada aluno realizou a confecção de um texto com uma mensagem sobre todos os ensinamentos aprendidos durante as aulas, e mesmo que todos fossem merecedores da gratificação prestada, um aluno de cada uma das cinco salas participantes recebeu a medalha pela melhor redação, realizando a leitura aos presentes.


Os formandos também realizaram a leitura do juramento do PROERD, que consiste na promessa de não praticar a violência e se manter longe das drogas. Outro momento muito marcante da solenidade foi quando as crianças acompanhados pelo violão cantaram a música “Velha Infância”, dos Tribalistas, momento que fez com que todos se levantassem e cantassem juntos.

Edilma Calvacante, mãe de Estephany, uma das ganhadoras da medalha de mérito, estava na plateia junto ao marido que se mostrava muito orgulhosos pela filha. Ela afirmou que a menina sempre que voltava dos encontros se mostrava muito entusiasmada com as aulas. “Ela chegava em casa só falando disso, do que tinha feito e aprendido, e como agradecimento fez até um origami gigante para dar ao professor”, contou sorridente.

Lições aprendidas

Bianca, de 10 anos, conta que uma das lições que aprendeu foi como o bullying é prejudicial para quem é vítima dessa prática. “Existem vários tipos de bullying, como o virtual e também o de agressão. Quem faz esse tipo de coisa precisa parar porque leva à depressão ou à morte”, afirmou.

O policial militar Pedro Sérgio reiterou como a conscientização é necessária na formação das crianças. “É muito importante no desenvolvimento delas, nas escolhas que elas vão fazer sendo conscientizados nas escolhas da vida, pois a nossa vida é feita de escolhas. Durante o curso eles fazem um acompanhamento com teatros aulas de vídeo onde eles não aprendem somente a dizer não às drogas, mas a resistir às pressões dos amigos e más influências”.


Ao final, os alunos receberam os certificados das mãos dos seus professores, mas para fechar o evento com chave de ouro todos os presentes dançaram e cantaram a música tema do programa. Ninguém ficou de fora dessa festa.

(Texto e fotos: Danielle Magalhães)