Página Inicial Notícia

EDUCAÇÃO 11/07/2019 Alunos da rede municipal de ensino mostram a evolução e a história de Franco da Rocha por meio de maquetes

Alunos da rede municipal de ensino mostram a evolução e a história de Franco da Rocha por meio de maquetes

Franco da Rocha mudou muito nos últimos anos e a prefeitura continua trabalhando para melhorar ainda mais as condições de vida dos franco-rochenses.

Nos últimos anos o município contou com diversos avanços e obras, públicas e privadas, como a nova estação de trens da CPTM, terminal de ônibus, o parque municipal Benedito Bueno de Morais, shopping, UPA, diversas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), novas Emebs, entre outros que vêm mudando a vida e a rotina da população.

Para retratar os avanços e contar mais sobre a história da cidade, integrantes da EMEB Maria Aguilar Hernandez criaram o projeto “Nossa história, nossa cidade”, em que alunos dos 4º anos produziram maquetes que mostram o passado e o futuro de Franco da Rocha.

Eles fizeram a Igreja Matriz Imaculada Conceição, o Relógio do Sol (monumento em frente à prefeitura), parque municipal, a estação de trens, Casa de Cultura, supermercados, entre outros locais do dia a dia de cada um. Também fizeram o nosso querido Juquery. Veja as fotos desse projeto

Como são crianças de 4 a 5 anos, a escola contou com o apoio dos pais para ajudar cada um na construção das suas respectivas maquetes. Um grande desafio, visto que alguns pais nunca tinham feito uma maquete antes, como foi o caso de Emilia Pereira Lopes, mãe de Guilherme Lopes. “Eu tentei fazer junto com ele a estação da Baltazar Fidélis e o trem. Eu fiz o que conseguimos. Ele ficou muito feliz em trabalhar nisso. Moramos próximo à estação e por isso escolhemos ela”.

Guilherme de fato ficou muito alegre e apresentou seu trabalho para as pessoas que visitaram a exposição logo após a reunião de pais.


Emilia mora em Franco da Rocha há 28 anos e viu muita coisa mudar nos últimos tempos. “O reflexo dessa mudança é mostrado aqui pelas crianças. Shopping, parque, entre outros espaços criados”.


Sobre o projeto desenvolvido na unidade escolar, o professor Marcelo Gonçalves comentou os ganhos após a conclusão deste trabalho. “Retratamos a história de Franco da Rocha, que é uma história bem rica desde sua emancipação até a data de hoje. Descobrimos através das pesquisas a agricultura de Franco e vimos que aqui se produz muitas flores, muitas hortaliças e os alunos levaram isso adiante, apresentando aos pais”.

Durante a elaboração de todo o trabalho muitas descobertas foram deitas, como conta a professora Valdeisa: “Umas das curiosidades que descobrimos junto das crianças é que a cidade produz muitas verduras e legumes, além de flores que abastecem o Ceagesp e alguns supermercados da região”, destacou.

Com sentimento de dever cumprido, o professor Marcelo contou como foi ver o resultado do trabalho após todo o sucesso das maquetes e ainda comentou que vai apresentar no próximo semestre uma carta feita pelos alunos ao prefeito da cidade Kiko Celeguim, concluindo assim o projeto. “Foi um trabalho muito gratificante para nós professores dos quartos anos. Foi muito bom ver nossos alunos e os pais empenhados na construção das maquetes, o que é realmente trazer a família para dentro da escola. Na carta que entregaremos tem alguns pedidos e agradecimentos ao prefeito. Tudo feito pelos alunos”.


A pequena Yasmin fez uma maquete sobre Franco da Rocha mostrando o hospital estadual Dr. Albano da Franca Rocha Sobrinho, que fica dentro do Complexo Hospitalar do Juquery. Ela falou sobre o resultado do trabalho executado. “Eu fiz com minha cunhada e com este trabalho concluímos o bimestre. Gostei de fazer essa maquete e contei com bastante ajuda do começo ao fim”.


Para Sonivalda Santos Alves da Silva, mãe de Yasmin, vinda para Franco da Rocha há cerca de dois meses após ter saído da Paraíba, foi a oportunidade de conhecer a história do município em que agora vive. “Para mim foi uma surpresa grande porque pra minha filha foi como se ela estivesse vivendo a história de toda cidade. Sempre quando ela chegava em casa a gente sentava, conversa sobre o que aconteceu na escola, o que ela aprendeu de novo e ela contava todos os detalhes”.

A mãe de Yasmin também destacou o fato dos estilos das aulas terem mudado atualmente. “Bom a escola apresentar coisas novas para os alunos. Antigamente era só sala de aula, mas com esse tipo de trabalho eles vão se desenvolvendo mais”, lembrou Sonivalda.

Responsável por fazer a Igreja Imaculada Conceição, a igreja matriz de Franco da Rocha, outro aluno também chamado Guilherme contou sobre o passo a passo de sua maquete. “Foi bem trabalhoso. A gente conseguiu fazer a estrutura em um dia, no outro dia pintamos, no outro retocamos e por último fizemos o acabamento”.


Guilherme não estava sozinho nessa, ele contou com a ajuda da mãe Daniele Bezerra para construir a maquete. “A gente tem que dedicar tempo à criança, tem que participar da vida escolar, é importante para ela. Nós sentamos, fizemos o trabalho, e cuidamos de cada detalhe. Ficou um trabalho bem bacana”, falou a mãe orgulhosa de seu filho.

Divulgação do projeto no Blog da Educação

Muitas escolas fazem projetos e trabalhos que, por muitas vezes, ficam apenas no dia a dia de quem vive naquele espaço, dentro apenas do universo escolar, porém desde 2016 a prefeitura de Franco da Rocha conta com o Blog da Educação, em que é possível acompanhar a rotina e o dia a dia das Emebs do município. E foi assim que conhecemos essa história contada por representantes da Emeb Maria Aguilar Hernandez.

Marcos Paulo Dias, coordenador pedagógico, foi o responsável por postar o conteúdo no blog. Ele ressaltou a importância desse meio de comunicação para a unidade escolar. “Recebemos as orientações sobre o blog pelo setor de comunicação da prefeitura lá na Secretaria da Educação. Após isso optamos por fazer publicações pontuais e postar atividades significativas como essa, cheias de importância para nossas crianças”.

Veja a publicação feita pela Emeb no blog

(Texto: Ewerton Geniseli - Foto: Orlando Junior)