Página Inicial Notícia

ESPORTE 18/07/2019 63° Jogos Regionais: equipe franco-rochense de xadrez consegue marca inédita

63° Jogos Regionais: equipe franco-rochense de xadrez consegue marca inédita

Na última sexta-feira (12), Franco da Rocha conseguiu um feito inédito na história do xadrez da cidade, conquistando uma medalha de bronze na categoria masculina sub-20, dentre as nove cidades concorrentes nos 63° Jogos Regionais, que aconteceu em São Sebastião.

O xadrez feminino também deixou sua marca e alcançou o 4º lugar na competição. Com isso ambas as equipes se classificaram para a 83° edição dos Jogos Abertos do Interior, que acontecerá na cidade de Marília em outubro deste ano.

O time masculino composto por oito atletas sendo quatro titulares e quatro reservas disputaram cinco rodadas no sistema suíço, método que permite que um grande número de participantes disputem rodadas ao mesmo tempo. A pontuação se baseia nos resultados obtidos: quem vence ganha um ponto, com o empate obtém-se meio ponto, e em caso de derrota zero ponto.

Ao final da competição, as equipes que obtivessem maior número de vitórias em todas as rodadas, consequentemente somaria mais pontos e se consagraria campeão.


A preparação

Uma das mudanças que fez muita diferença para os competidores nesse torneio foi a extinção da primeira e segunda divisão nos jogos regionais, que entrou em vigor em 2017. Portanto, as equipes mais fortes disputam com todas as outras sem ser considerado o nível de cada jogador, o que consequentemente eleva o grau de competitividade entre os atletas.

Sendo assim, para que os jogadores estivessem muito bem preparados antes da competição acontecer eram realizados exercícios diários, estudo de visão combinatória, estudos das fases do jogo, partidas pela internet e eles participaram de pelo menos um torneio por mês para ter contato com jogadores de diversos lugares e níveis.

Além disso, como mais uma forma de incentivo aos atletas, a prefeitura disponibilizou ônibus, lanche e inscrição em diversos campeonatos, inclusive pela Federação Paulista de Xadrez.

Após disputarem contra Cajamar, Ferraz de Vasconcelos, Poá, Paraibuna e contra o último adversário, São José dos Campos na rodada decisiva, a equipe somou 12 pontos na classificação final, ficando apenas 2,5 pontos atrás do primeiro colocado.

O treinador Filipe Peretti explicou como o resultado poderia mudar a qualquer momento. “Nós poderíamos ter sido campeões, poderíamos ter ficado em segundo lugar, bem como poderíamos ter ficado em 7° lugar. A classificação final depende de uma série de resultados, pois no sistema suíço tudo pode acontecer”.

Com a vitória o time soma mais um título alcançado, visto que em 2016 a cidade foi campeã geral no xadrez masculino livre da segunda divisão dos Jogos Regionais.

Dentre as novas conquistas e desafios enfrentados durante toda a competição, o treinador falou da importância que o esporte da mente representa. “Essa é uma conquista muito importante para a cidade pois o xadrez é uma ferramenta de transformação social poderosíssima”.

(Texto: Danielle Magalhães - Equipe Esporte)