Página Inicial Notícia

CULTURA 12/08/2019 Jovens aprendem uma profissão com a Oficina de Cinema oferecida pela prefeitura

Jovens aprendem uma profissão com a Oficina de Cinema oferecida pela prefeitura

A prefeitura, por meio da Secretaria da Cultura, oferece a “Oficina para Técnicos em Cinema”. Ministrada pelo radialista e cineasta Marcelo Di Márcio e pela produtora-executiva e diretora Marcela Moraes, as aulas têm como objetivo levar a arte do cinema para os jovens e dar a eles, quem sabe, uma profissão para o futuro. 

A oficina acontece todos os sábados no Centro Cultural Newton Gomes de Sá, no horário das 10h às 16h, e as gravações externas são combinadas entre a equipe. Para se inscrever, basta acessar este link.

A ideia da oficina veio através de um documentário dirigido por Marcela sobre as aulas de teatro aplicadas pelo professor Fábio Dasher. Após inscrever-se, a produtora-executiva teve uma percepção diferente sobre a vida dos alunos e assim, ao lado de Marcelo, ela decidiu documentar o dia a dia dos participantes.

Logo em seguida, a Secretaria da Cultura abriu um edital para novas oficinas, ele decidiu fazer a inscrição da oficina para técnicos de cinema e o edital foi aprovado. “A experiência está sendo sensacional. Estamos fazendo um trabalho muito bacana que tem chamado a atenção dos munícipes. Queremos levar Franco da Rocha para lugares aonde ela ainda não foi, principalmente para os festivais de cinema”, disse.


Durante as aulas os alunos aprendem a trabalhar em um set de cinema, como é feita a divisão de tarefas e como são os processos para a criação de um filme. Para tornar a experiência ainda mais real, o professor criou uma produtora, a OfiCine, para que os alunos colocassem em prática o que estudam no curso. “Eles aprendem como gerir uma produtora, como conseguir recursos para alimentação, transporte, cenário, autorização de imagem, elaborar contratos de locações e assim por diante, como uma verdadeira produtora funciona”, concluiu Marcelo.


Além disso, os participantes da oficina veem de perto como se monta uma equipe de arte, fotografia, produção e som. A partir desse módulo, surgiu a oportunidade de gravar um curta-metragem, ou seja, um filme com uma duração menor, de mais ou menos 30 minutos. 

Intitulado “Queda Cortes”, o primeiro curta produzido pela oficina gerou uma integração com outras aulas oferecidas pela Secretaria da Cultura. Exemplo disso é parceria estabelecida com a oficina de circo, que disponibilizou um dos alunos para fazer o personagem principal, além de outras participações ao longo nas filmagens.

Não se esqueça

Oficina de Cinema 
Dia: Todos os sábados 
Horários: 10h às 16h (com 1h de almoço)
Classificação: acima de 16 anos 

(Texto e fotos: Gabriela Saça)