Página Inicial Notícia

OBRAS 23/08/2019 Prefeitura anuncia reforma e ampliação na EMEB Graciliano Ramos

Prefeitura anuncia reforma e ampliação na EMEB Graciliano Ramos

A prefeitura de Franco da Rocha anunciou no início desta semana a reforma e ampliação da EMEB Graciliano Ramos, localizada no Jardim Bandeirantes. Veja fotos

Com investimento inicial de R$ 1.665.066,20 e expectativa de término em 12 meses, a obra contempla a reforma geral da edificação, substituição da área administrativa e de serviço por outras duas salas de aula, quadra coberta, ampliação para construção de mais uma sala, nova área administrativa e de serviços, quatro sanitários para alunos, sendo dois com acessibilidade, sala de atendimento especializado, biblioteca com área de informática e sala multiuso.

Além da necessidade de proporcionar mais conforto e segurança para os alunos, as melhorias também estão sendo realizadas para acompanhar a expansão do bairro e o aumento da população. Atualmente, a EMEB possui duas salas de aula e atende 120 alunos. Após a reforma, a expectativa é que a unidade receba um total de 330 crianças.

O evento

O evento de lançamento da obra aconteceu na última segunda-feira (19), e contou com a presença do vice-prefeito, Dr. Nivaldo Santos; da secretária da Educação, Renata Celeguim; do secretário-adjunto de Infraestrutura, Jelbas Souza; da diretora da unidade, Edna Maria Alves, além dos vereadores Alex Caixa e George.

Para receber as autoridades, as crianças preparam uma linda apresentação cantando a música “Era uma vez”, de Kell Smith.

Com a letra na ponta da língua, os pequenos emocionaram os professores, funcionários e familiares que também prestigiaram o evento.


A secretária Renata Celeguim falou sobre os estudos realizados para viabilizar a reforma. “Com a chegada de mais pessoas aqui no bairro, nós percebemos a preocupação dos moradores em relação à capacidade da escola para receber toda essa nova demanda, por isso, nós pensamos em ampliar a unidade para oferecer uma EMEB mais bonita e de qualidade”, afirmou.

Durante a cerimônia os gestores fizeram questão de chamar à frente duas figuras de grande importância para a comunidade do Jardim Bandeirantes, dona Maria de Loudes Rocha e dona Alberice Souza. Juntas elas lutaram ativamente para conseguir uma escola na região.

Moradora de Franco da Rocha há 35 anos, Maria de Loudes conta que para a construção da EMEB Graciliano Ramos foi necessário mobilizar muitos moradores. “Lá na década de 90 aqui não tinha escola. Então eu juntei os pais para conseguirmos uma quantidade mínima de crianças e fomos atrás da construção de pelo menos uma sala. Na época era tudo mato, barro, hoje, com 65 anos, dá uma alegria enorme ver tudo isso aqui mudando e saber que vamos ganhar, ter agora cinco salas é muito bom”, declarou.

Aos 79 anos, Alberice lembra que os filhos chegaram a brincar no rio que havia em frente à escola. “Antes tinha muito mato, a gente tinha medo de deixar as crianças virem sozinhas. Todos os meus bisnetos estudaram aqui e agora tem asfalto, vai ter reforma, a gente estava precisando muito dessa obra”.


Como tudo começou

O desejo de mudança na unidade do Jardim Bandeirantes é um sonho antigo. Em 2017, durante o PPA (Plano Plurianual Participativo) Kids, reunião realizada nas escolas municipais para estabelecer metas para o município a curto e médio prazo, a criançada deu o seu recado para o prefeito Kiko Celeguim e pediu que a escola tivesse uma quadra de esportes, biblioteca, parquinho, além de asfalto na rua da escola, a Job Correa.

O parquinho e o asfalto já foram conquistados, agora a expectativa dos alunos e professores se volta para a reforma e ampliação.

Nos últimos meses, os pequenos trabalharam o tema “A escola que queremos”, onde confeccionaram maquetes e cartazes com esboços das futuras dependências da unidade.


A diretora Edna Maria também comentou sobre as mudanças que vão acontecer no local. “A obra é de grande valia para nós porque como a escola é pequena, muitas crianças ficavam apenas um ano conosco, o que dificultava a criação de vínculo com as famílias e com a comunidade. Agora vamos ver ficar com eles até o 3º ano e esse era o desejo dos pais e dos funcionários. Quantos diretores passaram por aqui e não viram essas mudanças acontecerem? Por isso, sou muito honrada por estar à frente dessa escola”.

(Texto: Luana Nascimento - Foto: Orlando Junior)