Página Inicial Notícia

CULTURA 15/10/2019 Biblioteca Municipal Caio Graco da Silva Prado ganhará reforma e ampliação

Biblioteca Municipal Caio Graco da Silva Prado ganhará reforma e ampliação

A Biblioteca Municipal Caio Graco da Silva Prado vai ficar de cara nova. O local passará por uma reforma que prevê ampliação das salas, implantação de acessibilidade e aumento do acervo.

Na tarde da última quarta-feira (2), aconteceu a cerimônia de lançamento da reforma, que contou com a presença do prefeito Kiko Celeguim, do vice Dr. Nivaldo, secretários e vereadores municipais, além dos alunos da escola Domingos Cambiaghi.

Promovida por meio da prefeitura e das Secretarias da Cultura e Infraestrutura, a revitalização do prédio localizado na avenida dos Coqueiros, consideradas uma das vias mais tradicionais da cidade, trará mais condições de atender com maior conforto e qualidade o público local.

A biblioteca receberá mais 1.300 títulos novos, dentre eles, estilos literários como gibis e mangás, que são a sensação da nova geração. Outra novidade, será o espaço exclusivo para ouvir música, que disponibilizará uma vitrola para que o público conheça mais sobre um dos equipamentos que revolucionou o universo musical.

Taiana Garcia, secretária da Cultura ressaltou o significado que o lugar representa.

“Uma biblioteca precisa pulsar arte, ela é um lugar de pensamento para se expressar artisticamente e culturalmente, pois representa um templo de palavra na cidade. Hoje nós contamos com uma equipe técnica muito bem preparada e especializada para atender o público, oferecendo projetos de incentivo à leitura, como o ‘Quartas Histórias’, e com a restauração poderemos ter muito mais alcance de público”, declarou.


A reforma

Será demolida parte do imóvel existente para reforma e construção de áreas mais amplas e integradas. A obra abrangerá 220m² de área construída térrea, proporcionando circulação acessível a cadeirantes e distribuída em áreas de acervo (com capacidade para aproximadamente 10.000 mil exemplares), leitura, brinquedoteca, sala de atividade, auditório e áreas de apoio.

Estão previstas ainda telhas termoacústicas e forro para conter ruídos externos e superaquecimento, além de ar-condicionado para equilíbrio da temperatura interna.

A fachada contará com uma extensa janela de vidro, cuja abertura permitirá a entrada de luz natural e ventilação, porém, com elementos como o brise metálico para controle da luz solar direta. Os dois sanitários divididos entre feminino e masculino também serão acessíveis.

O prefeito Kiko Celeguim realizou a assinatura da ordem de serviço da obra e explicou a importância da restauração para o crescimento cultural da cidade.


“Nós estamos fazendo a reforma pensando em diferenciá-la, mas obviamente conservando o nosso passado, acervo, e história. O intuito é transformá-lo em um ambiente de vivência da nossa sociedade e, principalmente, um polo que se torne atrativo para a juventude para que eles possam ter mais contato com a literatura e tomar gosto pela leitura. Queremos usar esse espaço como uma oportunidade de pesquisa, de estudo e de convivência”, disse.

Ao final da cerimônia o público pôde celebrar a história da cidade por meio dos versos e rimas de André Arruda. Em cena, o poeta e ator descreve momentos, lugares e personagens que fizeram e fazem parte do imaginário do município.


As figuras são retratadas com o auxílio de miniaturas dos pontos mais conhecidos da cidade, como a estação de trem e a Casa de Cultura Marielle Franco. Todas as narrativas e causos são entrelaçadas por um contador que convida o público a redescobrir o seu lugar.

Texto: Danielle Magalhães - Foto: Orlando Junior