Página Inicial Notícia

EDUCAÇÃO 08/11/2019 Alunos da escola Isaura de Miranda Botto são medalhistas nas Olimpíadas Brasileiras de Astronomia e Astronáutica (OBA)

Alunos da escola Isaura de Miranda Botto são medalhistas nas Olimpíadas Brasileiras de Astronomia e Astronáutica (OBA)

Alunos da Escola Estadual Isaura de Miranda Botto conquistaram medalhas e certificados nas 22ª edição das Olimpíadas Brasileiras de Astronomia e Astronáutica (OBA). Ao todo 26 estudantes participaram; 7 receberam medalhas de ouro, 6 de prata e 10 de bronze.

A mobilização para fazer parte dessa edição da OBA teve aconteceu por iniciativa do professor Édio de Freitas que leciona a matéria de Geografia na escola. O objetivo principal era motivar as crianças e os jovens a estudarem, além de ser uma oportunidade para ganhar bolsas de estudo dentro e fora do país.

“Antes a OBA era direcionada apenas a escolas militares. Após a 19° edição, as escolas públicas entraram. É sabido que aqui é uma comunidade, não há tantos recursos, então essa olimpíada é a possibilidade dos alunos conseguirem bolsas de estudo, inclusive fora do país, o que me deixa completo e feliz”, declarou o prof Édio.
 
Com isso, a escola por meio da Agência Espacial Brasileira (AEB) e Sociedade Astronômica Brasileira (SAB), aplicou as provas pela primeira vez no dia 17 de Maio deste ano. Os testes são feitos em uma única fase, com 10 questões alternativas, divididas em nível diferentes, sendo ensino fundamental e médio.

Os alunos da Escola Estadual Isaura de Miranda Botto concorreram com 884.979 estudantes, sendo 9.965 escolas inscritas. Muito dos participantes agradeceram ao professor Édio pela dedicação em trabalhar assuntos relacionados à astronomia dentro da sala de aula, além da iniciativa de montar grupos de estudos e insistir na participação da unidade escolar nas olimpíadas.

“No ínicio achei tão complicado, pensei que fosse impossível ser aprovada. Após o resultado me senti aliviada”, conta a aluna do 3°ano do ensino médio, Laiza Constante.

Sobre as Olimpíadas Brasileiras de Astronomia e Astronáutica

O evento é anual e acontece desde 1997. Organizada pela Agência Espacial Brasileira (AEB), em conjunto com a Sociedade Astronômica Brasileira (SAB), atualmente, a OBA visa estimular a participação voluntária de escolas públicas, urbanas, rurais ou privadas. 

As escolas podem inscrever alunos do primeiro ano do ensino fundamental até o último ano do ensino médio, sem exigência de número mínimo ou máximo de estudantes. As provas são feitas na própria escola, e contam com 4 diferentes níveis, voltados ao nível escolar dos alunos.

Após os resultados finais, todos os envolvidos, diretores, professores e alunos recebem um certificado de participação impresso.

Texto e foto: Heloísa Maia