Página Inicial Notícia

ASSISTÊNCIA SOCIAL 27/12/2019 Fundo Social de Solidariedade entrega certificado de capacitação para mais de 130 pessoas

Fundo Social de Solidariedade entrega certificado de capacitação para mais de 130 pessoas

“Por que ser solidário é criar oportunidades”. Esta frase define o trabalho realizado pela Secretaria de Assistência Social e pelo Fundo Social de Solidariedade de Franco da Rocha, que na última quarta-feira (18), entregou certificados de capacitação e qualificação profissional para mais de 130 pessoas. Veja fotos da formatura.

A solenidade de formatura do segundo semestre de 2019 aconteceu no auditório da Secretaria da Educação e reuniu alunos e familiares para celebrarem a conquista dos formandos. Para prestigiar o evento, também estiveram presentes o vice-prefeito do município Dr. Nivaldo Santos, o secretário-adjunto de Assistência Social Raphael Cruz e o funcionário da Cecon (Capacitação e Educação Continuada em Desenvolvimento Social) Eduardo Primo.

Representando os formandos, a celebração contou com a presença da senhora Vilma Barboza Lima, moradora do bairro Jardim Elba, que se formou em padaria artesanal com a filha Jéssica. Quando ficou sabendo dos cursos, Vilma estava desempregada e recebia atendimento no Cras (Centro de Referência de Assistência Social).

“Minha filha é especial e recebia Bolsa Família, por isso nós passávamos no Cras, lá eu fiquei sabendo dos cursos e resolvi fazer para tentar aprender uma coisa diferente. Fiz artesanato também e agora eu estou vendendo abajur artesanal. Vendi até para uma amiga minha que está levando meus produtos para Recife”, contou.

Na lista dos cursos do segundo semestre de 2019 estiveram acessório afro, auxiliar administrativo, bolsas femininas, comida oriental e sushiman, corte e costura, manicure e pedicure, padaria artesanal e patchwork.


Compondo a programação da solenidade, a plateia assistiu a um vídeo com depoimentos de ex-alunos que tornaram-se empreendedores sociais, entrega de certificados, sorteio de brindes e um coquetel para os formandos e seus familiares.

O vice-prefeito Dr. Nivaldo Santos, falou sobre o importante trabalho realizado pela Secretaria de Assistência Social. “É um ofício transformador. Vivemos um momento difícil na economia do país, onde os índices de desemprego têm preocupado. Por isso, é fundamental oferecer alternativas para quem está sem trabalho e busca uma recolocação no mercado”, detalhou.


“Eu desejo toda a sorte para vocês, e espero que o conteúdo que vocês aprenderam durante as aulas seja utilizado para gerar renda e autonomia nessa nova caminhada. Que 2020 seja melhor para todos nós”, encerrou o vice-prefeito.

Agora, a senhora Vilma participará da Incubadora Pública de Talentos e Empreendimentos, onde aprenderá as técnicas de empreendedorismo, tornando o processo de autonomia ainda mais completo, pois, além de aprender um novo ofício ela também receberá treinamento para o desenvolvimento de um plano de negócios que inclui marketing, fluxo de caixa, finanças, entre outros temas importantes.

Como participar

O processo para entrar nos cursos oferecidos pela prefeitura que têm como porta de entrada o Centro Solidário de Capacitação e Qualificação Profissional. O equipamento trabalha o acolhimento de pessoas encaminhadas pelo Fundo Social de Solidariedade, pelos Centros de Referência em Assistência Social e Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS).

O atendimento é prioritário às pessoas em situação de vulnerabilidade social, em geral, cadastradas nos programas de transferência de renda. O Centro Solidário oferece cursos em diferentes áreas de formação profissional e busca a recolocação no mercado de trabalho ou até mesmo o primeiro emprego.

Com a finalização do curso, o munícipe pode optar por integrar a incubadora pública e a terceira e última fase desse programa é a comercialização de produtos que também podem ser feitas nos espaços de comercialização solidária da prefeitura, como a feira Juquery Art Vila, que acontece no parque municipal ou no recém inaugurado Café Esquina do Carlito, que fica em frente à estação de trens da CPTM.

Texto e foto: Luana Nascimento