Página Inicial Notícia

SAÚDE 20/01/2023 Com pouco mais de um mês de lançamento, Papa Fila da Saúde já realizou mais de 2,9 mil atendimentos à população

Com pouco mais de um mês de lançamento, Papa Fila da Saúde já realizou mais de 2,9 mil atendimentos à população

O Papa Fila da Saúde, criado pela Prefeitura, por meio da Secretaria da Saúde, com o objetivo de realizar atendimento de especialidades e procedimentos que ficaram em fila de espera devido à pandemia da Covid-19, já efetuou 2,9 mil atendimentos em pouco mais de um mês de lançamento do programa. A meta inicial era cerca de 21.800 atendimentos em 180 dias.

Estão sendo realizadas consultas de dermatologia, cardiologia, ortopedia clínica, triagem para cirurgia geral e pequenas cirurgias para especialidades como vascular, otorrino, cabeça e pescoço, entre outras, até mesmo pneumologia, especialidade nova que passou a ser disponibilizada agora pelo município.

Na última quarta-feira (18), o município passou a disponibilizar consultas com pneumologista, especialidade nova que vai facilitar ainda mais a vida dos pacientes, que antes precisavam procurar atendimento em outra cidade. Como era o caso da dona Cenilda Araújo, de 63 anos, moradora do Jardim Bandeirantes, que tratava um edema pulmonar, conhecido como água no pulmão. Com a pandemia, Fátima precisou interromper o tratamento por mais de um ano e conta que ficou feliz quando recebeu um telefonema avisando da nova especialidade. 


“Fiquei muito contente por poder fazer meu tratamento aqui na cidade. Antes, eu tinha que ir até Cajamar, mas com a pandemia, não dava pra continuar saindo para tão longe. Eu faço uso de bombinha respiratória e preciso manter as receitas em dia, e tendo tudo isso aqui em Franco mesmo, é uma benção”, disse a paciente. “O atendimento foi muito bom, já saí com encaminhamento para fazer exames”, completou Cenilda. 

E os benefícios do Papa Fila da Saúde não param por aí, Valdecir Bispo de Carvalho, tem 53 anos e mora no Jardim dos Reis, ele diz que durante muitos anos deixou a saúde de lado, devido ao trabalho e à falta de tempo. Ele conta que descobriu a asma quando passou mal enquanto estava trabalhando e chegou a ser intubado às pressas.

Incentivado pela família, ele decidiu procurar tratamento e teve que aguardar o período mais crítico da pandemia para ser atendido. “Meus filhos e netos ficaram aliviados por eu começar a me tratar corretamente e não só quando tenho crises”, explica o paciente.


“Com o médico aqui pertinho de casa, é ainda melhor. Parece que não, mas muita gente tem asma sem nem saber. Conseguindo controlar a asma, eu não preciso parar de trabalhar e minha família fica tranquila”. 

Papa Fila da Saúde

O programa teve início no dia 12 de dezembro, com os agendamentos já gerados no sistema da saúde; os pacientes que estão na fila de espera dos serviços foram contatados pela Secretaria da Saúde para realização dos atendimentos, que podem ser feitos pela rede municipal e privada.

“O Papa Fila foi criado para atender essa demanda reprimida, resultado da pandemia da Covid-19 e de outras demandas não atendidas por programas do governo do estado, por exemplo. O programa tem dado certo e ficamos felizes pela maioria dos pacientes serem atendidos na nossa própria rede. Apenas em alguns casos, como os que necessitam de centro cirúrgico, são encaminhados para atendimento na rede privada”, declarou a Secretária da Saúde, Thais Marques.

Além disso, segundo a secretária, o Papa fila qualificou as filas de atendimento, promovendo uma triagem correta das necessidades dos pacientes. “Hoje, nós conseguimos fazer uma qualificação da fila, revendo as necessidades atuais dos pacientes e dando o devido encaminhamento”, acrescentou Thais.

Números Papa Fila

- 1.043 consultas em dezembro do ano passado nas seguintes especialidades: dermatologia, avaliação para pequena cirurgia, psiquiatria e acupuntura
- 91 procedimentos de pequena cirurgia 
- 38 pacientes estão realizando fisioterapia domiciliar

-1.774 consultas em janeiro nas seguintes especialidades: cardiologia, dermatologia, avaliação para pequena cirurgia, ortopedia, psiquiatria, neurologia, cirurgia vascular, gastroenterologista, hepatologista, pneumologista e acupuntura
- 28 pacientes estão realizando fisioterapia domiciliar

Entre dezembro e janeiro, já foram feitos 1.873 atendimentos domiciliares para pacientes com dificuldade de mobilidade e/ou acamados.